• (19) 2042-2150
  • (11) 4210-8150

Dia Mundial do Backup: entenda a importância do procedimento

 

Dia mundial do backup: entenda a importância do procedimento

O principal objetivo do backup é garantir a segurança de arquivos digitais mesmo quando há intercorrências. No entanto, esse procedimento é muitas vezes negligenciado ou esquecido no cotidiano. O Dia Mundial do Backup foi criado para evitar que esse descuido seja ainda mais recorrente. 

A data, celebrada no último dia do mês de março, 31, relembra como a criação de cópias de dados pode ser essencial dada a imprevisibilidade de falhas e desastres. 

Continue no texto para saber como ocorreu o surgimento dessa comemoração, o que é backup e como ele ajuda a assegurar a proteção de informações públicas e privadas. Boa leitura!

Dia Mundial do Backup

Em 2011, um grupo de usuários da rede social Reddit instituiu o dia 31 de março como o Dia Mundial do Backup. A intenção é utilizar a data para reforçar a importância da realização do backup. 

O dia escolhido é um antes do Dia da Mentira, 1° de abril, conhecido nos países que falam inglês como April Fool’s Day, ou Dia dos Tolos, e isso não é uma mera coincidência. Não por acaso, o mote dos fundadores do Dia Mundial do Backup era, em tradução livre: “Não seja tolo. Faça backup de seus dados. Verifique suas restaurações.”.

pessoa realizando backup em notebook

O Dia Mundial do Backup busca relembrar a importância dessa ferramenta para a segurança dos dados e ataques cibernéticos.

Desde essa época, então, a data é celebrada anualmente e marca o compromisso com a realização do backup, procedimento imprescindível para evitar a perda de documentos importantes, sejam eles pessoais ou corporativos. 

Em seu site, além de lembrar as pessoas sobre a necessidade do backup, a iniciativa World Backup Day sugere ainda que os indivíduos divulguem a relevância do procedimento. “Também informarei meus amigos e familiares sobre o Dia Mundial do Backup. Amigos não deixam amigos ficarem sem um backup”, diz o texto.

O que é backup?

O backup consiste na criação de cópias de segurança de dados digitais, a fim de mantê-los protegidos em caso de situações adversas, como a falha em um hardware ou uma exclusão acidental. 

Assim, é possível restaurar os arquivos se houver perdas, minimizando os prejuízos ao indivíduo ou à corporação. 

Existem três tipos fundamentais de backup: o completo (full), o diferencial e o incremental. Eles se diferem em relação a quais dados serão copiados. Atualmente, ele pode ser realizado utilizando servidores físicos e também remotos, o chamado backup em nuvem.

mão segurando nuvem em fundo azul

O backup em nuvem é uma possibilidade em que o armazenamento das cópias de segurança ocorre em servidores de cloud computing.

Importância do procedimento 

O backup é fundamental para quem não quer ou não pode perder dados significativos. Afinal, quem é que fica satisfeito em não ter mais acesso às fotos das férias ou então todos os contatos de sua base de clientes?

Embora os dispositivos de armazenamento pareçam seguros, eles podem deixar de funcionar de uma hora para outra e se não houver uma cópia disponível para restauração em outro local os arquivos não terão como ser repostos. 

Por isso, nada de tentar realizar o procedimento criando cópias dos arquivos no próprio dispositivo ou mesmo utilizando ferramentas de sincronização. É preciso pelo menos um segundo hardware ou, então, espaço em servidor remoto seguro para realizá-lo. Se quiser aumentar ainda mais o nível de proteção, é possível utilizar regras como o backup 3-2-1.

No caso das empresas, o ideal é que o time de TI ou provedores de serviços gerenciados profissionalizem a realização das cópias, garantindo a eficiência do procedimento. Criar uma política de backup, com a descrição de como será a rotina e as prioridades de arquivos é outro ponto essencial para as corporações. 

O backup pode colaborar ainda para a conformidade legal, em alguns casos. Em relação aos dados, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) prevê que deve haver disponibilidade sempre que o titular solicita, e o procedimento é muito importante para isso. 

dois homens conversando sobre disponibilidade de dados

Nas corporações, estabelecer uma rotina e criar uma política de backup ajuda a manter a integridade e disponibilidade das informações.

Vantagens do backup

Como já foi possível perceber, o backup de dados, seja por armazenamento em nuvem ou em discos rígidos externos, é muito importante. 

Entre as principais vantagens de adquirir esse serviço estão: a eliminação de falhas humanas, a garantia de proteção de dados, a facilidade de recuperação de dados e a concentração de dados ou arquivos valiosos em um só lugar. 

Além disso, a estratégia de backup possibilita a otimização do tempo e redução de custos, o foco em procedimentos internos e aumento da mobilidade. Tudo isso garantindo a segurança da informação

Mitos sobre o backup 

Apesar de ser muito importante e benéfico, ainda há algumas informações erradas acerca do backup dos dados. Os mitos sobre essa ferramenta são bastante prejudiciais pois acabam gerando confusões e inibindo o uso dela. Confira os principais deles.

Backup em nuvem não é seguro

Esse mito é bastante comum e totalmente incorreto. O backup em nuvem é tão seguro quanto os feitos em Data Center físicos. As empresas que oferecem esse serviço contam com uma série de estratégias de proteção, como a criptografia avançada, para tornar o sistema mais resguardado possível.

Só grandes empresas fazem backup

Esse é outro mito que impede muitas pequenas empresas a se protegerem — por isso, elas são o principal alvo de ataques maliciosos. Fazer o backup de dados é uma proteção que deve ser aplicada em negócios de todos os tamanhos e tipos, inclusive aquelas que estão começando. 

Fazer backup é difícil e muito demorado

Outro mito. Atualmente, graças às tecnologias e programas, fazer o backup de informações e arquivos importantes é bastante simples e rápido. Claro que, tudo irá depender dos tamanhos dos dados e a velocidade de internet, mas, de uma maneira geral, esse processo de armazenamento é bastante tranquilo.

Existe até a opção de fazer o backup automaticamente. Essa tarefa otimiza tempo e funções, já que não é necessário ter uma pessoa dedicada para fazer esse serviço, ele acaba fazendo com autonomia.

Consequências da não realização

O grande problema caso as cópias de backup não sejam efetuadas ou, então, não sejam feitas de forma correta é a perda total de dados destruídos, corrompidos, excluídos ou mesmo sequestrados. Isso pode ser um pesadelo, principalmente para as empresas, já que a continuidade dos negócios fica extremamente comprometida. 

E as ameaças não são poucas, erros humanos, ataques ransomware, quedas de energia, desastres naturais e roubos são apenas algumas das possibilidades de modos de perda de dados.  

Entendeu o porquê de existir um dia dedicado apenas ao backup? Esse procedimento previne perdas e prejuízos desnecessários, resguardando usuários e corporações. Para entender melhor como funcionam os tipos de backup, clique no banner abaixo e leia o conteúdo completo produzido pela ArtBackup!

banner para conferir post de tipos de backup

Índice

Aprofunde seu conhecimento com nossos e-books

DATASAFER
Av. Antônio Artioli, 570 - CJ 34, Swiss Park Office - Campinas/SP - CEP: 13049-900 CNPJ: 17.549.929/0001-77
Política de Privacidade | Termos de Uso