• (19) 2042-2150
  • (11) 4210-8150

Conheça os principais tipos de backup para proteção de dados

 

ilustração com celular, nuvem e computador de backup

O backup é um processo fundamental para a proteção de dados e para o dia a dia de empresas e usuários. Afinal, imprevistos sempre podem ocorrer e estar preparado para eles diminui os riscos de prejuízos. 

Por isso, preparamos um conteúdo sobre os tipos de backup, porquê realizá-los, além de dicas para checar sua eficiência. Continue a leitura e confira!

O que é backup?

Backup é a cópia de segurança de dados digitais. Esse procedimento busca manter os arquivos protegidos e disponíveis, mesmo em caso de exclusão ou falhas. Com um backup atualizado, é possível restaurar informações que haviam se perdido, evitando maiores problemas. 

É um processo fundamental para as empresas, já que os dados precisam ser preservados e a falta deles pode ocasionar grandes prejuízos. 

engenheiro de ti programando backup no computador

O backup mantém os dados protegidos em casos de adversidades.

Atualmente, pode-se realizar backup de diversas formas, por equipamentos físicos ou em nuvem. Além disso, há a possibilidade, em alguns casos, de automatizá-los, acioná-los remotamente e receber relatórios após a conclusão. 

A importância do backup

O backup ajuda usuários e empresas a se manterem protegidos caso algo de errado afete seus dados. As causas de perda de informações são inúmeras e contar com uma cópia de segurança permite conseguir restaurá-las com mais facilidade. 

Não há como saber quando ocorrerá um desastre natural ou quando o hardware onde estão armazenados seus dados irá falhar, por isso, é preciso estar preparado caso algum imprevisto que possa gerar perda de dados aconteça. 

Além disso, caso algum arquivo seja corrompido ou excluído por engano, restaurá-lo pode recuperar o funcionamento de softwares ou garantir que informações importantes não se percam, não afetando a manutenção das atividades da empresa.

Os ataques virtuais também são um tipo de ameaça que deve ser levada em consideração. Em tempos de transformação digital, em que os dados se tornam cada vez mais valiosos, os números de roubos e sequestros de informações também têm aumentado. 

ilustração com rede de dados vermelha com cadeado verde

Os ataques virtuais ameaçam a segurança dos dados e podem causar sérios danos.

Ransomware e phishing, por exemplo, são tipos de ataques cibernéticos nos quais indivíduos exploram vulnerabilidades de segurança ou tentam fisgar vítimas para ter acesso a dados e os utilizarem de maneira indevida, chegando até a pedir resgates pela recuperação das informações. 

Além de contar com tecnologias de segurança, manter-se seguro com um backup ajuda a não ficar refém desse tipo de situação. 

Nesse contexto, vale ainda ressaltar a importância da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), vigente desde 2020 no Brasil. A legislação normatiza o tratamento de dados e seu armazenamento é uma parte fundamental do gerenciamento

Manter as informações de clientes em segurança é uma necessidade e contribui para evitar multas e punições. 

computador enviando backup para outro

A LGPD é outro fator que demonstra a importância do backup.

Tipos de backup

Existem três tipos diferentes de backup, que determinam como e quais dados serão copiados. Veja a seguir como cada um deles funciona:

Backup completo (Full)

O backup completo, também conhecido como full, é uma cópia de todos os arquivos do dispositivo, sistema ou banco de dados. É o tipo de backup que leva mais tempo para ser construído e também o que mais ocupa volume em disco ou nuvem. Apesar disso, é o que leva menos tempo para restauração. 

Backup diferencial

O backup diferencial é o que realiza a cópia apenas das últimas modificações relativas ao backup completo

Sua velocidade de backup é maior que a do completo e a velocidade de restauração é maior que a do incremental. Ele também utiliza menos espaço em disco do que o backup completo.

Já o tempo de restauração é maior que o do backup completo e a duração da cópia dos dados demora mais do que o incremental.

Backup incremental

O backup incremental realiza a cópia das últimas alterações relativas ao backup mais recente. É o processo de backup mais rápido, em comparação aos demais. Além disso, requer menos espaço de armazenamento. 

No entanto, o tempo de restauração é o mais lento dos três tipos e pelo fato de depender de todas as cópias recentes, pode haver perda de dados.

Confira o vídeo produzido pela ArtBackup sobre as principais diferenças entre os três procedimentos:

Dicas para assegurar a eficiência do backup

Agora que você já sabe a importância de manter seus dados protegidos por um backup e quais são os tipos de cópia que podem ser realizadas, confira uma série de dicas para gerenciar esses processos!

Classifique por prioridade

Antes de tudo, classifique os dados por relevância para o seu negócio. É preciso ter em mente que é necessário proteger o que é prioritário.

Determine o tipo de backup

Verifique qual o tipo de backup funciona melhor para as suas necessidades. 

Em um contexto geral, vale a pena considerar um backup incremental diariamente, além de fazer a revisão dos logs e relatórios técnicos.

Caso sejam verificados incidentes nas rotinas de backup, acione imediatamente o serviço de suporte.

Defina a frequência do backup

Dados que são modificados frequentemente devem ser priorizados no agendamento do backup, contemplando a diminuição do RPO (Objetivos de Ponto de Recuperação).

O RPO limita o período de volta no tempo, e define a quantidade máxima permitida de dados perdidos de uma ocorrência de falha para o último backup válido.

mão tocando em tela com nuvem de backup

A frequência do backup deve ser pensada em função da prioridade dos dados.

Avalie a largura da banda

Agende o backup nas janelas em que a carga da rede tem menor demanda, limitando o impacto para os usuários. Geralmente as rotinas de upload dos dados são agendadas nos períodos fora do expediente.

Tenha um bom provedor de serviços

Tenha um fornecedor de TI e de segurança da informação com boa reputação e que providencie soluções para facilitar o dia a sua empresa, com suporte, qualidade e eficiência nos serviços.

Garanta a escalabilidade

A escalabilidade é fundamental para a continuidade dos negócios, por isso, reveja periodicamente o escopo do backup e o comportamento de crescimento dos dados. Revise o ambiente identificando se há mudanças com novos sistemas ou que demandem maior proteção ou mesmo ampliação de volume.

Além disso, realizar testes de recuperação e criar planos de ação ajuda a se manter preparado para possíveis adversidades. Ter um inventário com a listagem de todos os servidores e sistemas, com sua localização exata, facilita esse processo. 

Considere o backup em nuvem

O backup em nuvem é uma solução que garante mais flexibilidade e segurança ao gerenciar cópias de segurança. Nele, o armazenamento ocorre em servidores remotos de cloud computing, que garantem a proteção dos dados.

Entre seus benefícios pode-se destacar a possibilidade de ampliar o volume contrato conforme necessário, sem downtime, a criptografia dos dados, sua compressão, além do agendamento e gerenciamento remoto dos backups. 

celular mostrando realização de backup em nuvem

O backup em nuvem é uma alternativa que conta com muitos benefícios.

Conhecer os tipos de backup e saber a sua importância ajuda a utilizá-los de forma mais estratégica. Manter uma cópia das informações é fundamental para sua proteção e contribui para o desenvolvimento das atividades do negócio e sua escalabilidade. 

Para isso, é preciso contar com uma boa solução. A ArtBackup é uma plataforma de backup em nuvem exclusiva para provedores de serviços de TI e MSPs (Managed Service Providers), que opera com gerenciamento centralizado, suporte e máxima proteção dos dados. Clique no banner abaixo e conheça seus benefícios!