• (19) 2042-2150
  • (11) 4210-8150

O que é IaaS, PaaS e SaaS? Entenda a diferença

 

ilustração mostrando o que é iaas paas e saas

A computação em nuvem, também conhecida como cloud computing, representa uma parcela importante dos recursos de tecnologia utilizados no dia a dia de organizações. Seja como servidor, para o armazenamento ou backup de dados, essa solução é fundamental em um contexto de transformação digital. 

Além de ter diferentes tipologias, o modo como a nuvem é disponibilizada como serviço é outro aspecto importante para a Tecnologia da Informação (TI). Por isso, preparamos um conteúdo sobre o que é IaaS, PaaS e SaaS que irá te ajudar a diferenciá-los. 

Continue a leitura e entenda a importância da computação em nuvem e seus modelos de serviço!

A nuvem

Cloud computing, ou computação em nuvem, é um conceito tecnológico que diz respeito à oferta de infraestrutura de TI sob demanda por meio da internet. 

Alguns exemplos são os serviços em que os usuários não precisam instalar necessariamente aplicações para utilizá-las, podem armazenar arquivos em servidores remotos e disponibilizar aplicativos online.

ilustração com nuvem azul e servidores web

Uma das vantagens da nuvem é a possibilidade de utilizar recursos e serviços sob demanda.

As empresas que oferecem computação em nuvem normalmente se responsabilizam pelos recursos, como hardwares e softwares, oferecendo soluções mais baratas e, na maioria das vezes, com mais segurança e qualidade. 

Esse aspecto se diferencia dos servidores on-premise, que a própria organização tem responsabilidade de gerenciar.

A nuvem pode ser empregada como servidor virtual, no armazenamento de informações, para o uso de aplicações ou seu desenvolvimento, entre outras funções. Normalmente, os serviços são pagos conforme a utilização. 

Tipos de nuvem

Existem três tipos de computação em nuvem, que se relacionam diretamente com sua estrutura. Confira quais são eles a seguir!

Nuvem pública

Nesse tipo de nuvem, um provedor oferece serviços e recursos de computação por meio da internet pública. Os produtos ficam disponíveis para quem quiser contratá-los, e o fornecedor é responsável pela infraestrutura. 

É o modelo de cloud computing que mais sofre com críticas em relação às questões de segurança. No entanto, se o gerenciamento for eficaz e o provedor utilizar metodologias adequadas de proteção, como a detecção de invasão, pode ser tão seguro como a nuvem privada.

Nuvem privada

Nesse modelo de cloud computing, os serviços e a infraestrutura de computação são operados pela organização, com acesso restrito a usuários credenciados ou selecionados.

ilustração com nuvem disponibilizando arquivos online

A nuvem privada é um dos modelos de nuvem que podem ser utilizados por organizações.

Um aspecto positivo dessa nuvem é a possibilidade de personalização de funções de acordo com as necessidades da corporação. Além disso, é possível ter mais controle sobre a segurança da estrutura, com o uso de firewalls, por exemplo.

No entanto, na maioria das vezes, a equipe interna de TI é responsável pelo gerenciamento dos recursos, despendendo de seu tempo. Outro fator que deve ser considerado é que manter hardwares de armazenamento in loco na organização pode gerar custos altos, caso a nuvem vá ser hospedada nesse tipo de servidor. 

Nuvem híbrida

A nuvem híbrida combina os dois tipos de cloud computing citados anteriormente. Nesse modelo, uma infraestrutura única é construída tendo como base a nuvem pública e a privada, garantindo mais flexibilidade para a organização. 

É possível utilizar recursos públicos e privados de acordo com a necessidade ou o nível de privacidade desejado. É uma opção que combina portabilidade de cargas de trabalho e controle de informações sigilosas. 

Modelos de serviço

Além dos tipos de computação em nuvem, os serviços que a envolvem podem ser oferecidos de diferentes maneiras. Os três principais deles são IaaS, PaaS e SaaS. Veja abaixo como cada um deles funciona e para que servem!

IaaS

A sigla IaaS significa infrastructure as a service, ou infraestrutura como serviço, em português. É o modelo no qual é oferecida uma infraestrutura de TI escalonável e automatizada, cobrando de acordo com seu uso. 

ilustração com palavra infraestrutura como serviço e nuvem

A infraestrutura como serviço permite aos contratantes escalar suas operações, pagando conforme o uso do servidor.

Esse recurso pode ser utilizado para armazenamento ou hospedagem, por exemplo. É o serviço que dá mais autonomia para quem contrata, que poderá configurar processamento, armazenamento e servidores conforme a necessidade.

Um ponto importante é a necessidade de profissionais especializados para manejar a infraestrutura, devido ao nível de complexidade que algumas ações podem demandar. 

Quando utilizar?

O modelo se destaca pela escalabilidade e flexibilidade, já que normalmente é possível alterar a capacidade contratada ou pagar conforme a utilização. Por isso, é recomendado para empresas que não querem ou não têm como custear hardwares muito robustos.

PaaS

E o que quer dizer PaaS? A sigla significa plataform as a service, plataforma como serviço, em português. Nesse modelo, a contratação é do ambiente de desenvolvimento, no qual será implantada uma aplicação ou solução.  

A infraestrutura é gerenciada pelo provedor de cloud computing, e o contratante administra a aplicação que está disponibilizando em nuvem, podendo modificá-la e otimizá-la conforme a necessidade.

Quando utilizar?

Esse modelo pode ser utilizado para testar aplicações ou disponibilizá-las na nuvem. É uma opção interessante também para a hospedagem de sites, assim como para quem busca um ambiente de TI já estruturado, gerenciado e com ferramentas para desenvolvimento.  

SaaS

Por fim, a sigla SaaS quer dizer software as a service, conceito que pode ser traduzido em português por software como serviço. Esse modelo diz respeito à forma de distribuição de uma aplicação: na nuvem. 

Quem contrata o serviço de SaaS paga, ou não, caso seja gratuito, pela utilização do software por meio da internet. Já o contratado deve disponibilizar toda a estrutura necessária para o uso da aplicação, que pode ser voltada para a realização de tarefas diversas.

Quando utilizar?

O SaaS deve ser utilizado para oferecer aplicações em larga escala, para um grande número de usuários, e é uma tendência na comercialização de soluções de tecnologia. 

 

Benefícios da computação em nuvem

A computação em nuvem é uma realidade e deve ser cada vez mais utilizada na disponibilização de serviços e para otimizar o trabalho de TI, principalmente em um contexto de transformação digital

Seus principais benefícios são a escalabilidade e a flexibilidade, que permitem que os recursos sejam utilizados sob demanda e ajustados sempre que necessário, contribuindo para o crescimento dos negócios e para evitar gastos dispensáveis.

A segurança também é um aspecto muito positivo da computação em nuvem. Os servidores dos data centers empenhados na cloud geralmente são robustos e contam com redundância para o caso de adversidades ou manutenções.

A redução de custos é outra vantagem desse tipo de ambiente, já que em muitos casos é possível pagar somente pela utilização da capacidade e a nuvem permite dispensar os custos com hardwares in loco na corporação. 

O acesso remoto aos dados ou aplicações também é um ponto alto da cloud computing, já que permite que usuários com credenciais, por exemplo, acessem-os precisando somente de um dispositivo e de conexão à internet. 

Os modelos de serviço de computação em nuvem definem a forma como uma solução será desenvolvida ou disponibilizada. E além de saber qual deles funciona melhor para o negócio, é preciso garantir a proteção de seus dados e sistemas.

A ArtBackup é a solução ideal para isso. A plataforma de backup em nuvem, exclusiva para provedores de serviços de TI e MSPs, ajuda a incluir essa solução no portfólio e conta com gerenciamento centralizado, alto nível de segurança e personalização. Clique no banner abaixo e solicite um teste grátis! 

banner para ser parceiro artbackup

 

Índice

Aprofunde seu conhecimento com nossos e-books

DATASAFER
Av. Antônio Artioli, 570 - CJ 34, Swiss Park Office - Campinas/SP - CEP: 13049-900 CNPJ: 17.549.929/0001-77
Política de Privacidade | Termos de Uso